Ideias criativas para renovar o quarto das crianças

Se para os adultos, o quarto é um verdadeiro refúgio, para as crianças esta sensação é ainda maior, pois é nestes cômodos que os pequenos brincam, estudam e, principalmente, crescem. “A decoração em quartos de crianças é sempre o momento de soltar a criatividade. A vontade da criança sempre tem que ser levada em conta, mas unindo as necessidades dela e da mãe também”, é como resumem a tarefa Mayara Clá e Natasha Haddad, da MN Arquitetura + Interiores.

Mas, não se preocupe, por mais complicado que possa parecer, unir o útil ao agradável e ao divertido em um espaço infantil não é tão difícil. Veja as dicas abaixo e coloque-as em prática já, tanto na decoração quanto na organização do quarto do seu filho!

Papéis de Parede
Um quarto infantil, além de atender a todas as necessidades já citadas, precisa expor a personalidade da criança; contar com elementos que tenham a ver com seus gostos pessoais e a faça querer passar o tempo ali. Para isso, as arquitetas da MN indicam uma alternativa prática e atual: “papéis de parede divertidos são os itens mais utilizados no momento, que dão vida e cor para o ambiente, deixando-o mais lúdico e personalizado”.

Além disso, eles possuem inúmeras possibilidades de estampas, que o pequeno pode ajudar a escolher, e são fáceis de serem instalados e retirados. Dessa forma, fica mais simples adaptar o espaço ao crescimento do seu filho.

 

1

 

Móveis Funcionais
Para atender a demanda de pais e cativar a atenção dos filhos, o mercado hoje conta com uma grande quantidade de móveis que trazem funcionalidade e algum tipo de diversão – muitas vezes, eles são até dois em um em utilidade também -, e lançar mão dessas opções é uma ótima saída para o quarto das crianças ficar mais criativo.

Beliche com saída de escorregador no lugar da escada, cama em formato de cabana, de carro, de casa de boneca… são muitas as possibilidades que tendem a agradar o pequeno e deixar o quarto lindo. Mas não só as camas podem ser lúdicas ou criativas, Mayara Clá e Natasha Haddad sugerem também alternativas mais em conta: “usar objetos baratos, como paletes para fazer bancos ou futon; revisteiros de madeira; e prateleiras coloridas… são opções baratas e criativas. O legal também é usar os móveis do dia a dia para mais de uma função; a escrivaninha com nichos para lápis embutidos, por exemplo, deixa o quarto mais organizado“.

 

5

 

Móveis Coloridos
Quando falamos de decoração infantil, é difícil pensar em limites e em relação às cores, as arquitetas Mayara e Natasha confirmam: “não existem regras, isso depende muito da preferência da criança e da mãe”. Mas dão uma boa sugestão para garantir a longevidade da décor: “deixar a base do quarto sempre neutra e usar cores em detalhes são boas opções para deixar o quarto mais duradouro para a criança”. Então, que tal investir em cores principalmente nos móveis?

Você pode usar a cor preferida do seu filho em uma cômoda, uma escrivaninha ou na própria cama. O melhor é que, se esses móveis já existirem, mas forem de cor natural de madeira ou brancos, você mesmo pode se aventurar a pintar usando tinta spray, que é prática e hoje possui uma grande gama de cores.

 

4


Cantinho dos brinquedos
Neste quesito a imaginação vai longe, tão longe que pode chegar até a cozinha! Por exemplo, seu filho tem muitas pecinhas de montar, carrinhos, bonequinhos ou quaisquer outros objetos pequenos? Por que não guardá-los em uma fruteira de plástico? Você pode pintá-la e nomear cada compartimento com o tipo de brinquedo, assim seu filho, além de adorar, vai poder ter acesso fácil tanto para pegar quanto para organizar ele mesmo os objetos.

Sapateiras, baldes e engradados de bebidas podem fazer o mesmo papel e, inclusive, guardarem bonecos maiores e bichos de pelúcia. Cantinho da Pintura Pode parecer estranho, mas, acredite, um cabideiro de parede pode render um cantinho da pintura completo, com espaço para lápis, papel e até uma lousinha.

As prateleiras também são grandes aliadas dos papais que querem desenvolver o lado Picasso de seus pequenos. Crie uma parede de lousa e disponha as prateleiras em uma altura baixa, que fique na altura certa para que a criança alcance sempre.

 

2

Cantinho da Leitura
Além de prateleiras mais baixas, posicionadas junto a um tapete reservado para a criança poder aproveitar a leitura confortavelmente, os pallets rendem opções muito criativas para um cantinho perfeito para levar o pequeno pelo mundo da imaginação. Eles podem ser usados de forma horizontal como uma espécie de revisteiro, como base para uma cesta de livros ou como uma estante (quando colocadas uma em cima da outra). São diversas as possibilidades para resultar em um cantinho de leitura perfeito para o seu filho.

 

3

 

Fonte: Revista Zap Móveis

 

Recent Posts